sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Estas raras araucárias gigantes agora estão protegidas


     O casal Elza e Germano Woehl, do instituto Ra-Bugio, vem juntando dinheiro nos últimos anos para preservar o que consegue das últimas formações intactas de florestas com araucárias do país. A aquisição mais recente da dupla é uma área com árvores gigantes, uma raridade na região devastada há séculos pelas madeireiras.

http://colunas.epoca.globo.com/files/437/2010/01/araucaria-elza-4m-26dez2009-3.jpg

     Na foto, Elza está ao lado de uma das 72 araucárias gigantes, que mede 4,10 metro de circunferência. "Se nós plantarmos uma muda de araucárias hoje, teríamos que esperar mais de 500 anos para ela chegar naquele tamanho. Além de ter que cuidar da competição com outras espécies (que sufocam as araucárias jovens), predação etc", diz Germano. "Não é mais racional investir os esforços para salvar as que já estão aí?"
     A mata protegida fica no município catarinense de Itaiópolis, um dos campeões nacionais de desmatamento da Mata Atlântica. Fica no entorno de outras áreas (comprada aos poucos) já transformadas em reservas particulares (RPPN), totalizando 500 hectares.

Autor: Alexandre Mansur - Blog do Planeta



Veja quais são os assuntos do momento no Yahoo! + Buscados: Top 10 - Celebridades - Música - Esportes

Um comentário:

gilmar disse...

Ainda bem que não caí na onda aquecimentista meu chapa, pq qualquer geocientista sabe que estamos num período interglacial, ou seja, vem glaciação por ai, e a culpa é do homem? não, é a mãe natureza, são os astros, a tectônia de placa e o astro rei SOL...

Géologo Gilmar Honorato
Serviço Geológico do Brasil